sábado, 16 de março de 2013

Magalhães Pereira em Campolide

Depois de ontem ter acompanhado o meu candidato às Avenidas Novas, estive esta manhã na Freguesia vizinha de Campolide, com o meu amigo e companheiro Magalhães Pereira, candidato da coligação PSD-CDS à Freguesia de Campolide, num périplo pelos Bairros da Serafina, Liberdade, Bela Flor, Cascalheira e Tarujo 

Numa chuvosa manhã de Sábado e na companhia dos membros da Assembleia de Freguesia de Campolide, Cristiana Calheiros e Frederico Coelho e ainda da nossa companheira Helena Coelho, Magalhães Pereira percorreu demoradamente as ruas destes Bairros, tomando conhecimento do abandono a que se têm encontrados votados por parte da Câmara Municipal e de uma Junta de Freguesia, que no presente mandato, mais se preocupou na promoção pessoal, em vez de ter tido uma intervenção, séria, na defesa dos interesses da sua população.

Três anos e meio depois de uma forte colaboração com a Freguesia de Campolide, foi com entusiasmo que aceitei acompanhar o meu amigo Magalhães Pereira nesta caminhada, onde infelizmente pude testemunhar que, no actual mandato nada, ou quase nada mudou nestes bairros, que como alguém afirmou, mais parecem uma "Beirute em Lisboa". 

1 comentário:

Antonio Campolide disse...

Pergunto a respeito de Campolide, por onde anda o famoso Centro de Atividades Intergeracionais – Quinta da Bela Flor, projeto aprovado no Orçamento Participativo com os votos dos Lisboetas, com um montante aprovado de 250.000€ ...
No site da Lisboa Participa indica que está
"Em execução. A Junta de Freguesia de Campolide elaborou o projeto de arquitetura e o caderno de encargos." No entanto sabe-se que pelo menos 10.000€ ( dez mil euros )já foram "deitados para o lixo" em Dezembro com a " Elaboração de Projecto de Execução para o Centro Intergeracional da Quinta da Bela Flor." Que se saiba, obras nem vê-las, mas o dinheiro já foi entregue á Junta !!! Campolide sabe deste dinheiro e deste projeto? Qual o futuro do dinheiro e do projeto? Em tempo de eleições ainda abrem um quiosque e dizem que é o "Centro de Atividades Intergeracionais"