domingo, 12 de fevereiro de 2017

Angola - O país onde mais crianças morrem

video
Por de trás do dinheiro, petróleo e diamantes, que alimentam uma elite que está em Luanda, esta é a realidade de Angola.

Excelente reportagem do New York Times.

quinta-feira, 2 de fevereiro de 2017

A democracia segundo Daniel Oliveira


Expresso 9-10-2015 e 1-2-2017
A coerência da esquerda radical, para quem a democracia só deve ser respeitada quando lhes convém.
Se a maioria for de esquerda, é a democracia no seu pleno e manda a maioria. Se a maioria for de direita, é uma ditadura.
Uma democracia "a la carte", de uma minoria, que com apenas 10% dos votos, age como se tivesse ganho eleições.
Via Sarah Geoffrey in Facebook

terça-feira, 31 de janeiro de 2017

Autarcas das Avenidas Novas exigem Assembleia de Freguesia Extraordinária

Após a recusa do Sr. Presidente da Assembleia de Freguesia, em convocar uma Assembleia de Freguesia Extraordinária, conforme deliberação por unanimidade da Assembleia em 27 de Maio de 2015, para ouvir a população e debater o "futuro da 31ª esquadra da PSP e a segurança na Freguesia das Avenidas Novas", conforme já aqui relatei, o Sr Presidente da Assembleia (e o Partido Socialista) entendeu não estar presente em qualquer uma das 4 sessões públicas, promovidas pela Junta de Freguesia, entre os dias 10 e 20 deste mês, para auscultar e informar a população sobre o encerramento da 31ª esquadra em 25 de Dezembro passado.

Estes teriam sido excelentes momentos, não só para o Senhor Presidente da Mesa explicar à população o porquê da sua recusa permanente em convocar a Assembleia de Freguesia Extraordinária, mas principalmente para conhecermos a posição do Partido Socialista de Avenidas Novas sobre o encerramento da 31ª esquadra, das soluções que em alternativa a PSP e a CML estão a oferecer à freguesia e do não cumprimento da promessa do Vereador Manuel Salgado, que em 2-12-2014 garantiu, não só que a 31ª esquadra se manteria na Freguesia, como continuaria instalada na mesma artéria onde se encontrava até ao passado dia 25 de Dezembro. Mais, o Senhor Presidente da Mesa teria percebido que a convocação da referida Assembleia de Freguesia era não só uma vontade dos membros da Assembleia, como da própria população, que nas recentes sessões públicas se exprimiu no sentido de conhecer a opinião do principal órgão da Freguesia, que é a Assembleia de Freguesia.

Perante estes factos e principalmente perante as afirmações proferidas pelo Senhor Presidente da Assembleia de Freguesia em 4 de Dezembro, em que mais uma vez se recusou a convocar a Assembleia de Freguesia, deliberada em 27-5-2015, utilizando para tal argumentação que em nada corresponde à verdade dos factos (nomeadamente à forma como votou a referida moção em Maio de 2015, como aqui referi), os membros da Assembleia de Freguesia eleitos pelo PSD, CDS e PCP, entregaram, nos termos legais, na passada quarta feira ao Senhor Presidente da Mesa, um pedido para a convocação de uma Assembleia de Freguesia Extraordinária.

Face à evidência de "que é urgente que o principal órgão da Freguesia – a Assembleia de Freguesia – e os seus membros, ouçam formalmente a população e os seus eleitores e se manifestem de forma clara e inequívoca sobre esta matéria" espero que o Senhor Presidente convoque dentro dos prazos legais a Assembleia de Freguesia a que está neste momento obrigado.

Falta agora saber se o Partido Socialista vai estar ausente mais uma vez deste importante debate para a Freguesia, virando de vez as costas à população, ou se vai estar ao lado das suas preocupações e anseios, que de forma unânime têm sido expressas, quer pela população, quer pelos autarcas que publicamente se têm manifestado, recusando dessa forma as intervenções proferidas pelo Partido Socialista e pelo Sr Vereador Carlos Castro, na Assembleia Municipal do passado dia 17, em que de forma inequívoca e em resposta à intervenção do Senhor Presidente da Junta de Freguesia, apoiam não só o encerramento da 31ª esquadra, como são da opinião que a Freguesia está hoje melhor servida em termos de segurança, do que aquilo que acontecia até ao dia 25 de Dezembro.

Aguardo pois pela realização da Assembleia de Freguesia agora requerida, para saber de que lado está o PS - se a favor se contra a vontade da população de Avenidas Novas. Até lá, todos os que julgam necessário e urgente que a Freguesia de Avenidas Novas, volte a ter uma esquadra exclusiva para a sua área geográfica, devem assinar e divulgar a petição que continua disponível aqui.

domingo, 15 de janeiro de 2017

quinta-feira, 12 de janeiro de 2017

Juros: Portugal, os outros e a contínua defesa da geringonça por Marcelo

Se utilizarmos a lógica de Marcelo sobre a influência da inflação nos juros pagos na emissão de dívida de longo prazo de ontem, todos os outros países pagariam juros perto do zero ou mesmo abaixo. Ou seja, mesmo com esta nova teoria, nunca ouvida e que só se pode entender como mais uma intervenção do PR em defesa da geringonça, Portugal continuaria a pagar um valor muitíssimo superior ao dos seus parceiros europeus, distanciando-se cada vez mais da média europeia.

Será que instabilidade europeia que se continua a sentir, apenas afecta Portugal? Ou será que são os factores internos, que fazem a diferença neste cada vez maior afastamento dos juros que Portugal dos restantes países Europeus?

A verdade é que, mesmo com alguns altos e baixos, os juros não deixaram de subir desde que geringonça nos (des)governa, atingindo esta semana valores de Março de 2014!

A história não se apaga. Olhe que não. Apaga-se, apaga-se

No funeral de Mário Soares, Jerónimo de Sousa afirmou que a história não se apaga.

A memória destes comunistas continua a ser muito pequena e principalmente muito selectiva. Basta recuarmos aos tempos do inicio da URSS e da revolução bolchevique, para encontrar-mos facilmente dezenas de imagens de onde a história foi apagada.

De entre essas, esta é certamente uma das mais famosas, e mostra Lenin em Maio de 1920, discursando ao povo, num estrado de madeira, em cujas escadas se encontram Trotski e Kámenev. Quando estes dois caíram em desgraça, os censores soviéticos apagaram-nos da imagem.

Portanto, camarada Jerónimo, olhe que não ... olhe que não ..., que a história apaga-se, principalmente quando não serve os interesses dos comunistas.

quarta-feira, 11 de janeiro de 2017

Nos 70 eurodeputados mais influentes há apenas 2 portugueses e são do PSD

No estudo desenvolvido pela ‘VoteWatch Europe” – organização apartidária e não-governamental internacional, criada para promover um melhor conhecimento e maior escrutínio sobre a política da União Europeia - na lista dos 70 eurodeputados mais influentes, apenas constam 2 portugueses: José Manuel Fernandes, no 31º lugar e Paulo Rangel no 45º.

Não é de certeza por acaso, que são ambos do PSD. Enquanto que uns dizem que fazem e são, outros são realmente influentes e fazem! É que representar e defender Portugal na Europa, não é apenas estar no PE e falar alto como muitos, mas sim ter os melhores argumentos e trabalho desenvolvido. Só assim se consegue estar entre os melhores.