quarta-feira, 2 de abril de 2014

Manifesto da memória - Reestruturar a dívida seria trágico!

Eles talvez não se lembrem do que fizeram
Talvez não se lembrem do que disseram
Mas o país lembra-se
A dívida que está a pagar não o deixa esquecer.

video
Curiosa a forma como pensavam alguns dos 74 subscritores do manifesto da Versailles (gente fina é outra coisa) e outros actuais apoiantes da reestruturação da divida, há uns tempos atrás.

É tempo desta gente deixar de dar palpites ao sabor do vento e começarem a serem coerentes e pensarem primeiro em Portugal em vez de continuarem a tudo fazer para terem tempo de antena nos media.

Para recordar, porque a memória, de alguns, é pequena.

Sem comentários: