sábado, 1 de março de 2014

As alterações ao Código da Estrada e a falta de educação automobilística que ainda existe nas nossas estradas.

Além da já tão falada forma de como se deve circular nas rotundas, que pode originar multa de 60€ a 300€ e dos novos limites de álcool para condutores profissionais e recém-encartados, desde 1 de Janeiro são várias as alterações ao Código da Estrada, que convém ter presente para não se ser surpreendido por alguma multa indesejável.

Neste diagrama do jornal Público, ficam as principais:

Saiba mais, neste folheto da ANSRaquiaquiaqui e aqui

Mas não seria tão ao mais importante que estas alterações ao código da estrada, que pelo menos nestes primeiros tempos tão poucas multas motivaram, com destaque para apenas quatro por má circulação nas rotundas (mas qual é o policia que se vai preocupar em multar condutores na Rotunda do Marquês, por exemplo), se se apostasse verdadeiramente na sensibilização e educação para os cuidados a ter no acto de conduzir, de forma a reduzir o número de acidentes e de mortes, que continuam a existir nas nossas estradas.

O exemplo de condução criminosa, de um condutor profissional da Repsol, numa estrada da Madeira, que este vídeo mostra é bem o exemplo de que muito ainda há para fazer no campo da prevenção rodoviária:

video
Não sei se este condutor foi ou não sancionado pelas autoridades ou pela Repsol, mas o vídeo ao circular publicamente na Internet e ser do conhecimento público, deveria motivar uma intervenção por parte das autoridades e o resultado de tal investigação ser tornado público, para servir de exemplo a todos os que impunemente continuam a praticar uma condução criminosa.

video
Se conduzir não arrisque
Campanha ANSR Dezembro 2013

Sem comentários: