segunda-feira, 26 de outubro de 2015

António Costa: O Bloco de Esquerda tornou-se num partido objectivamente inutil

video
António Costa, Quadratura do Circulo, 2011

"O Bloco tornou-se num partido objectivamente inútil"

"O Bloco não existe em parte nenhuma"

"O Bloco é um partido inexistente"

"O Bloco como partido de protesto, não acrescenta rigorosamente nada ao espectro partidário"

"Uma moção de censura, num país normal, apresentada pelo Bloco de Esquerda, não é nada"

Mas mesmo assim é com eles que te queres coligar, a todo o custo e com todas as consequências negativas que daí advêm para o país, unicamente para chegares a Primeiro-Ministro!

Mudam-se os tempos, mudam-se as ambições.

O que ontem era objectivamente inútil, hoje pode ser a chave para os socialistas chegarem ao poder. Falta perceber, apesar da abertura manifestada, qual será realmente a postura do PCP, para quem a base de um possível acordo é apenas "afastar PSD/CDS-PP do poder" e não o estabelecimento de um programa de governo estável, credível e que cumpra com os compromissos a que Portugal se obriga, seja ao nível da CE, sejam os decorrentes do acordo assinado com a Troika, a que o país foi obrigado a recorrer depois de anos de uma gestão ruinosa socialista.

Sem comentários: