domingo, 26 de julho de 2015

E quer esta gente ser governo XXVIII

O PS, pela voz do seu deputado Pedro Nuno Santos, vice-presidente da bancada socialista, considerou "prematuro" e até "desonesto" o anúncio do Governo de que poderá devolver aos contribuintes 100 milhões de euros em crédito fiscal da sobretaxa de IRS em 2016, caso o aumento de 4,2 por cento da receita fiscal proveniente de IRS e de IVA se mantenha no conjunto deste ano, conforme promessa feita pelo governo durante a discussão do Orçamento de Estado de 2015.

Mas quem é Pedro Nuno Santos. Mais não é que um dos nossos syrizicos, que em 2011 defendia, como o seu querido líder Socrates, que "pagar a dívida é ideia de criança" e a escolha de António Costa para encabeçar a lista de deputados do PS por Aveiro, nas eleições legislativas de 4 de Outubro. 

Utilizando uma linguagem e um pensamento menos próprio, para quem tinha e tem as responsabilidades de Vice-Presidente de um Grupo Parlamentar, de um partido que tinha deixado de ser governo, deixando o país à beira da bancarrota, e que ambiciona voltar a ser governo, é caso para se lhe perguntar se hoje continua a estar-se "marimbando para os nossos credores!".

"Estou-me marimbando para o banco alemão que emprestou dinheiro a Portugal (...) Estou-me marimbando que nos chamem irresponsáveis. Nós temos uma bomba atómica que nós podemos usar na cara dos franceses e dos alemães, e essa bomba atómica é simplesmente: não pagamos! Ou os senhores se põem finos ou nós não pagamos. E se nós não pagarmos a divida (...) as pernas dos banqueiros alemães até tremem!" afirmou em 15-12-2015 e que no dia seguinte, à boa maneira socialista, metendo os pés pelas mãos e desautorizado pelo seu líder parlamentar, dava o dito por não dito.

video

E quer esta gente ser governo!

1 comentário:

Cão que fuma disse...

É isso aí! Gostei!
E 'seguindo' o blogue.
Abraços./-
O cão que fuma