quinta-feira, 1 de setembro de 2016

Os dados do 2º trimestre desmentem a geringonça

Para António Costa, João Galamba e outros geringonços, de repente parece só existirem dados estatísticos sobre o desemprego, que felizmente para todos, continuam a descer desde 2013, depois do governo de José Sócrates nos ter deixado a taxa de desemprego em claro sentido ascendente e que era a maior em Portugal, pelo menos desde 1983.

É bom não esquecermos, que apesar de nos anos seguintes essa taxa ter ainda aumentado substancialmente, fruto da profunda crise que o país atravessou e da intervenção da troika, o anterior governo PSD-CDS, conseguiu não só inverter essa tendência, como ainda apresentar no final do seu mandato, uma taxa de desemprego inferior aquela com que o tinha iniciado.

Por outras palavras, e apenas no que diz respeito ao desemprego, o actual governo apenas está a conseguir manter a trajectória que vinha de trás.

Pena é, que os restantes números da situação económica, desmintam por completo o optimismo do governo e "o bom resultado" das políticas económicas do país, apregoado por António Costa.

video
Resumo dos mais recentes dados divulgados pelo INE.
Os indicadores que em 2015 era positivos entram agora em terreno negativo. 

Sem comentários: